Deitada pro Santo

A obrigação de um médium umbandista, popularmente conhecida como “Deitar pro Santo” é um período de retiro dedicado ao Orixá, um período de melhoramento, renascimento e resguardo.
Existem diferentes requisitos para que um médium seja escolhido para passar pelo processo de deitada. E esses requisitos podem mudar de casa para casa. Após determinado período, o filho está apto a ser “recolhido”, as vezes por determinação dos Orixás ou Sacerdote da casa.
O filho é recolhido num espaço especialmente reservado para tal. O processo resulta em um total desligamento do mundo, essa ação é fundamental para o médium se conhecer melhor e vivenciar todo o aprendizado que o Orixá lhe transmite. Nessa fase ,tudo que o filho faz é regido pelo Orixá (preceito). As comidas oferecidas são feitas com os ingredientes de cada Orixá. Assim como os banhos, que são preparados seguindo regras e rituais do Orixá.
Espiritualmente a “deitada pro santo “ simboliza o renascimento, uma união com o que há de mais sagrado, uma comunhão entre o homem e o Orixá, do momento que o médium deixa a reclusão ele se torna um seguidor de seu Orixá, e ele se compromete a seguir as leis de Umbanda, os sacramentos, a ter postura e caráter exemplares e ser aquele que passará os ensinamentos dos Orixás, Guias e Entidades à diante.

Axé!

Carol Oliveira